Faculdade Rudolf Steiner

Apresentação

Os elementos do canto e as leis da música são compreendidos pela Antroposofia como forças arquetípicas que constituem o ser humano enquanto ser físico, anímico e espiritual. No ato de cantar, o ser humano manifesta essas forças, as quais atuam em seus diferentes níveis por meio do elemento artístico, do social e da terapia com o canto.

A partir dos elementos musicais, das vivências internas das vogais, da atuação plástica formativa das consoantes, da ausculta dos tons, da percepção da ressonância da voz e dos movimentos respiratórios, são criados exercícios para o autodesenvolvimento e a percepção de si mesmo, que podem ser trabalhados em clínicas, hospitais ou escolas, individualmente ou em pequenos grupos, sob a supervisão de um terapeuta.

Histórico

Em 1923, a cantora sueca Valborg Werbeck Svärdström (1879-1972) uniu-se ao impulso médico-terapêutico, fundamentado na Antroposofia por Rudolf Steiner e pela Dra. Ita Wegman, juntamente com Dr. Karl König e Dr. Eugen Kolisko, criando a Escola Desvendar da Voz, uma escola de canto com inovadora proposta artística, profilática e terapêutica.

No Brasil, o trabalho com a cantoterapia teve início em 1988 com apoio do cantoterapeuta suíço Thomas Adam, representante da Escola Desvendar da Voz na Europa. Foram ministrados seminários e workshops para cantores, regentes, pedagogos, terapeutas, fonoaudiólogos e médicos. Em 2001 foi realizado o primeiro Congresso Nacional da Escola Desvendar da Voz, no Centro Cultural Rudolf Steiner, em São Paulo, com o lançamento da edição em português do livro “A Escola do Desvendar da Voz: um caminho para a redenção na arte do canto”, de Valborg Werbeck Svärdström, pela Editora Antroposófica.

Com o crescente interesse nesta modalidade terapêutica e com a difusão da Antroposofia, da medicina, das Terapias Complementares Antroposóficas e da Pedagogia Waldorf, Thomas Adam, em conjunto com Francisca Cavalcanti e Regina Arena, fundaram, em 2005, a Escola Raphael de Canto e Cantoterapia, iniciando a primeira turma de Formação Livre em 2007, na Associação SAGRES, em Florianópolis. Duas turmas já foram concluídas, com alunos de diversas regiões e estados do Brasil, como também da Argentina, do Chile, da Colômbia e do México. Em setembro de 2017, teve início a terceira turma, que está em andamento. Este é o único curso de formação da Escola Desvendar da Voz na América do Sul.

Hoje no Brasil a modalidade artístico-profilático-terapêutica da cantoterapia, fundamentada na Escola Desvendar da Voz e na Antroposofia, é reconhecida pela ABMA (Associação Brasileira de Medicina Antroposófica) e faz parte do CIMA (Comitê Ibero-americano de Medicina e Terapias Antroposóficas), sendo representada pelas cantoterapeutas brasileiras Francisca Cavalcanti, Meca Vargas e Maria Inês Nigro.

Objetivos

Capacitar profissionais para trabalhar com a Cantoterapia, fundamentada pela Escola Desvendar da Voz. A partir de experiências práticas e estudos teóricos, qualificar o profissional para o exercício da docência e da terapia, partindo do seu próprio aperfeiçoamento e mergulhando no seu processo de autodesenvolvimento, dimensões necessárias para a formação de um cantoterapeuta antroposófico.

Habilitar o aluno, a partir de vivências práticas, teóricas, reflexões, atividades artísticas e sociais, capacitando-o para aplicação em conjunta atuação no campo pedagógico, artístico, profilático, social e terapêutico desta moderna escola de canto e da arte terapêutica de Rudolf Steiner.

Eixos de estudo, disciplinas e locais

ANO I – setembro de 2018 a junho de 2019

Total de aulas: 187

2018:
Módulo I: 15 a 22 de setembro – Fazenda Pereira, Itatiba – SP
2019:
Módulo II: 06 a 13 de abril – Morro das Pedras, Florianópolis – SC
Módulo III: 22 a 29 de junho – Morro das Pedras, Florianópolis – SC

Disciplinas

As qualidades planetárias e sua atuação no ser humano, na arte e na cantoterapia
Biografia humana, a música, as etapas de desenvolvimento humano e o canto
O canto no desenvolvimento da criança e na educação
Tipos planetários
Etapas do crescimento
Setênios e Pedagogia Waldorf
A Lira como instrumento de apoio ao canto
Regência
Canto coral
Euritmia
Orientação projetos sociais

ANO II – setembro de 2019 a junho de 2020

Total de aulas no ano: 180

2019:
Módulo IV: 14 a 21 de setembro – Morro das Pedras, Florianópolis – SC
2020:
Módulo V: 18 a 25 de abril – Morro das Pedras, Florianópolis – SC
Módulo VI: 27 de junho a 4 de julho – Morro das Pedras, Florianópolis – SC

Disciplinas 

Psicopatologia e as forças do equilíbrio no canto e na terapia
A cantoterapia nos transtornos e na educação terapêutica
O preparo do terapeuta, os passos da terapêutica com o canto
Histeria, neurastenia
Tipos constitucionais
Observação de paciente e anamnese
Canto coral
A Lira como instrumento de apoio ao canto
Dança circular
Euritmia curativa
Metodologia científica (estudos de caso)
Projeto social
Orientação para estágios de observação

ANO III – setembro de 2020 a junho de 2021

Total de aulas no ano: 180

2020:
Módulo VII: 14 a 21 de novembro – Morro das Pedras, Florianópolis – SC
2021:
Módulo VIII: 10 a 17 de abril – Morro das Pedras, Florianópolis – SC
Módulo IX: 12 a 19 de junho – Morro das Pedras, Florianópolis – SC

Disciplinas 

Estresse, burnout e síndrome de trauma
Canto e endocrinologia
Doenças autoimunes e cuidados paliativos
Psiquiatria
Sistema endócrino
Doenças terminais
Canto coral
Euritmia
Dança circular
Orientação para elaborar o TCC
Estudos de caso (apresentações)

Atividades complementares

Total: 113 aulas / 94h10 horas

Orientação em Canto I até IX Atendimentos Individuais (aulas não computadas na carga horária do curso por acontecerem em paralelo às atividades da grade)
Ensaios e colóquios de estudantes (7 aulas por módulo)
Projeto social, estágio de observação, estudo de caso

Calendário, formato e carga horária

Na intenção de atingir diferentes públicos, viabilizar a participação de pessoas que tenham diferentes disponibilidades e que residam em locais distantes ou diferentes cidades do Brasil e/ou da América do Sul, este curso será oferecido em caráter modular intensivo de imersão, com três encontros anuais: setembro, abril e junho. Cada módulo terá a duração de uma semana, perfazendo nove módulos de 8 dias cada, em três anos.

O planejamento de cada módulo contempla aulas de regência e instrumento (lira), além de exercícios e fundamentação do canto e da cantoterapia, de acordo com cada tema previsto para o módulo, fundamentação médica e movimento, como a Euritmia ou a Dança Circular.

Ao final de cada módulo está prevista uma apresentação artística do grupo, incluindo coral e pequenos ensembles em forma de um sarau. Essa prática visa trazer ao aluno experiências pedagógicas e artísticas, desde a organização, a preparação e a seleção de repertório, até a apresentação aberta ao público.

Início: setembro 2018
Término:  junho 2021

Carga horária total
Total de aulas do curso: 547
Total de aulas + atividades complementares: 660
Total de aulas em horas/relógio: 455h50
Total de aulas + atividades complementares em horas/relógio: 550h

Estrutura de horário para módulos (8 dias):
Início: sábado, as 8h30
Término: próximo sábado, as 12h20

Como ingressar

Este curso é indicado para todos aqueles que têm interesse em aprofundar os fundamentos da arte do canto, da arte terapêutica e musical de acordo com a visão de mundo antroposófica, e que futuramente desejem atuar profissionalmente neste âmbito em escolas, clínicas, consultórios ou hospitais.

– Terapeutas, musicoterapeutas, fonoaudiólogos, médicos, psicólogos, enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, arteterapeutas e naturólogos;
– Músicos, coralistas, cantores, facilitadores e educadores musicais;
– Estudantes de pedagogia, música e diversas licenciaturas;
– Todos aqueles que buscam uma ampliação musical à luz de uma nova visão de mundo e da arte de curar com a vertente artística, social, pedagógica ou terapêutica com o canto e, assim, ampliar novas possibilidades e redirecionamento da carreira profissional.

Pré-requisitos

– Diploma de curso superior em qualquer área do conhecimento;
– Mais de 24 anos;
– Conhecimentos básicos de música.

Processo Seletivo

Preencher o Formulário de Inscrição e informar:
– formação acadêmica complementar – até 1000 caracteres;
– pequeno relato de seu caminho de vida (breve biografia) – até 2000 caracteres;
– carta de intenção – até 2000 caracteres.

Taxa de inscrição
R$ 50,00 (pagamento via boleto bancário).

A FRS avaliará o perfil dos candidatos e poderá solicitar entrevista virtual ou presencial para dar prosseguimento ao preenchimento de vagas, segundo os critérios:
– vínculo com a área musical e conhecimento da Escola Desvendar da Voz;
– histórico biográfico.

Vagas oferecidas: 35
A abertura de turma está condicionada ao preenchimento do número mínimo de participantes inscritos.

Calendário do Processo Seletivo

29/05/2018                       abertura das inscrições
30/08/2018                       encerramento das inscrições
Até 10/08/2018                período de entrevistas, caso necessário
À partir de 10/08/2018  divulgação dos aprovados
10/09/2018                       encerramento das matrículas
15/09/2018                        início das aulas

Edital

Investimento

Mensalidades de R$ 600,00, com início em agosto de 2018.
O valor da mensalidade é reajustado anualmente de acordo com índice oficial adotado pela Instituição.

Não estão inclusos gastos de hospedagem ou alimentação nos locais de realização do curso.
Mais informações no Edital.

Condução e Coordenação

Condução: Núcleo Brasileiro da Escola Desvendar da Voz

Coordenação